domingo, 23 de novembro de 2008

Google Open Source Jam

ESTE POST FOI ESCRITO POR ATALIBA TEIXEIRA, APENAS O REPUBLICO AQUI:

Estive no dia 20, aqui em BH, no Open Source Code Jam, um evento patrocinado pelo Google ( altamente informal ) para que desenvolvedores e envolvidos com o mundo Open Source[bb], tivessem um modo legal de apresentar trabalhos e sem dúvida, "recrutar" gente para projetos que já existissem ou estivessem em fase de planejamento.

Foi bem interessante, pelo menos para que eu tivesse a chance de conhecer o escritório do Google[bb].

Fomos recebidos pela equipe do Google logo na portaria do prédio, e depois fomos levados a uma sala onde a "reunião" aconteceria.





O primeiro estágio do Code Jam, foi a chegada na sala, onde bebida e comida estavam dispostos a vontade para os participantes. Foi um momento onde todo mundo pode se conhecer e eu, no fim, notei que não conhecia praticamente ninguém.
Como todo bom nerd tímido fiquei mais no meu canto, até me encontrar com outros carinhas e novamente descobrir que TIBAZAR DO ATALIBA em BH é algo totalmente recursivo. Conversando com alguns chegei a conhecer dois ex-colegas de trabalho e dois atuais colegas de trabalho meus.
Ou seja, no fim, o ovo de TI de BH sempre lhe leva a conhecer alguém em qualquer lugar que você vá por aqui.

Durante este processo da chegada, também houve o processo de inscrição dos palestrantes. Ele foi bem simples. Um quadro onde quem quissesse falar, colocava o seu nome e sobre o que iria falar.

Daqui em diante, o evento começou mesmo. Fomos chamados para um local onde nos sentamos e tudo foi iniciado. Quero pedir desculpas por duas coisas. Primeiro, porque não vou citar todos os nomes. Sou péssimo em nomes. Aliás, péssimo é elogio.
É um dos meus grandes defeitos. Guardo os rostos, mas custo a lembrar nomes. Portanto, se esqueci de citar alguém, comente, porque eu vou acabar lembrando de você :-) Mas não é porque não foi legal conhecer, e sim, porque eu sou péssimo nisto mesmo.

Pelo que observei nas apresentações do pessoal do Google, é interessante ver o porque a empresa tem tanta sucesso no que faz. Seus funcionários estão bem, alegres e ainda por cima, são Jedis da Computação[bb] mesmo. Poucas vezes vi tanta gente com idéias interessantes juntos em um lugar ( citando os funcionários do Google que falaram sobre algo que estão envolvidos e/ou fazendo ).

Assim, a maratona começou. De cara, o Barroca falou sobre o EJBCA. O que é isto ? Bom, o EJBCA, é uma estrutura completa para implementação de chave PKI ( e lógico, EJB é Enterprise Java Beans[bb], ou seja, um projeto JavaBAZAR DO ATALIBA ) . Ou seja, um projeto legal que pode ser aplicado em diversos outros projetos por aí.
Não vou entrar em totais detalhes sobre o mesmo, porque, as apresentações eram rapidas para caramba. E, os detalhes ficaram a cargo da pesquisa pessoal de cada um.
De cara, vale a pena conhecer o projeto porque as estruturas de criptografia hoje são importantes para qualquer bom projeto hoje.

Logo após, veio o BGA falar sobre o HAIKU OS. O Haiku OS é uma implementação de um sistema operacional do zero ( ou seja, o código foi construido do zero ) baseado em um antigo sistema operacional chamado BeOS. Este sistema, veio em diversas edições da Geek e eu tive a chance de tê-lo em meu HDBAZAR DO ATALIBA.
O detalhe mais legal, demonstrado durante o evento, é que o Haiku OS, é um sistema operacional totalmente voltado para o usuário. Não, não o conceito tosco de Windows[bb], em que a facilidade está em primeiro plano.





O conceito de voltado totalmente para o usuário é : o sistema nunca está ocupado o bastante para responder um comando do usuário. Ou seja, se você está com um uso alto de CPU e precisar chamar uma janela, ele vai chamar automaticamente. Isto é legal porque o conceito de usabilidade foi levado ao extremo.
Outro ponto legal é o sistema de arquivos. Ele contém atributos extendidos que, pelo menos a meu ver, podem ser entendidos como tags. Ou seja, se eu quero todas as mp3 que são do DeathBAZAR DO ATALIBA Metal[bb] da década de 90, eu vou conseguir filtrar, estejam elas em que lugar do meu hd estiverem.
Um ponto interessante é : busquei endereços, por exemplo. Achei, e quero editá-los direto na interface de busca, eu posso. Além disto, este endereço pode chamar automaticamente qualquer outro programa ligado aquilo, por exemplo, um cliente de email.
Louco ou não, o que tive foi a sensação de um S.O. totalmente amigável, rápido e objetivo para o uso. Vai ser um projeto bem legal, quando estiver com sua versão oficial para baixar.
No site do projeto, já pode ser baixada uma iso para o VMWare[bb], para quem quiser ir brincando com o projeto, antes da sua versão final.





O outro projeto apresentado ( caraca, sintam o poder da minha barriga ali, ao fundo da foto ) , no fim, foram dois. Um é o Scientia Brasil e o outro, o SICAD. Não sei ao certo, porque como todo mundo ficou enchendo a paciência do Ciniro, os dois projetos não são sites.
Os dois são voltados para a área de educaçãobazar do ataliba e pelo que eu entendi, o SICAD é para gerenciamento de "atividades" de docentes dentro de uma instituição. O Scientia Brasil é um tipo de comunidade social voltada para ciência.
Ficaria até legal se o Ciniro viesse aqui e postasse um comentário falando mais sobre os projetos, porque eu sinceramente, apesar de ter conversado pacas com ele, não guardei muita coisa sobre.
Para quem curte projetos educacionais, vale a pena conhecer mesmo :-)

O Lincoln fez uma apresentação altamente nerd. Apresentou um projeto bem interessante ( daqueles que todo bom geek faz em horas vagas ) que é um framework web em C. Sim, queridos amigos, se todas as linguagens estão preparadas para a Web 2.0[bb], o Lincoln provou que o C também está.

Ou seja, ele mostrou o HWF, com uma prova de conceito, só que ao mesmo tempo, não deixou link algum para baixarmos o troco. Mas foi legal ele mostrar o HWF e algumas outras coisas que ele fez, por exemplo, o FreeCRAFT que segundo ele, é um poço maravilhoso de bugs para quem curte programação.
Assim, peço ao Lincoln que deixe os links para eu baixar o HWF pois ele me interessou :-)





O Pablo, core developer do PHPEclipse[bb], falou sobre o mesmo. No fim, o PHPEclipse é um plugin para o eclipse que transforma o Eclipse[bb] em uma IDE de desenvolvimento PHP muito, mas muito legal mesmo.
Fui e sou um feliz usuário do projeto e posso dizer que o Pablo não mentiu em nenhum momento em sua apresentação.
O momento mais legal foi quando ele falou com o Ciniro para deixar de usar o Dreamweaver para usar o PHPEclipse ( aliás, sim, vale bem mais a pena usar o PHPEclipse, que não suja o código tal qual a ferramenta da AdobeBAZAR DO ATALIBA ).

O Guilherme falou do Megalinux. O que é o Megalinux ? Uma distribuição baseada no Ubuntu que é distribuida nos computadores da Megaware.
Estão começando a estruturar a possibilidade de desenvolvedores ajudarem eles e, sem dúvida, vale a pena ajudar este tipo de iniciativa.
O site dos caras está em desenvolvimento e é bom acompanhar, já que é uma distribuição mineira em uma empresa que tem tudo para apoiar legal o Software Livre[bb].

O Robson falou do Curlftpfs, que é um sistema de arquivos que monta um diretório remoto de um ftp, onde você pode utilizar os comandos padrão do Linux de manipulação de sistema de arquivos.
Ou seja, ele usa no fim, a camada fuse do Sistema Operacional, que faz uma camada de abstração para manipulação de sistema de arquivos, retirando do desenvolvedor a necessidade de manipular diretamente o Kernel[bb].
Um projeto legal, bem ao modelo do Gmailfs.

O outro projeto apresentado foi o CMPH, que é de acordo com o autor, uma ótima solução a procura de um bom problema. Porque não vou falar muito ? Porque é coisa de JediBAZAR DO ATALIBA, e um Padawan como eu, tem que pelo menos ler para tentar entender antes de falar alguma coisa.

Cascardo falou como ajudar no Linux, numa apresentação bem legal. O Kov falou sobre o WebKit e GTK+ que parece ser um projeto super interessante. Ou seja, foi informação para caramba em muito pouco tempo.

Ah, e teve uma apresentação do CCNM que foi um caso de uso do Drupal. Caramba, muito, muito legal para mostrar o poder desta ferramenta :-)
Vale a pena pegar a tag osjambr no Twitter e visitar os links citados.

Procurei dar uma geral no evento. Foi legal, valeu a pena e deu para vestir mesmo as sandálias da humilidade e ver que BH tem muito nego bom e no interior também. É bom ir de vez em quando e ficar cercado de tanto Jedi para a gente ver que tem que comer ainda muito feijão com arroz para encontrar a iluminação :-)

No fim, espero mais e mais eventos como este, porque o EMSL já foi para o saco, já que meu chefe vai ser papai esta semana e eu não vou poder me ausentar do trabalho :-) Quem sabe não rola eu estar no sábado por lá :-)

Ah, os albuns de fotos : -)

* http://www.flickr.com/photos/broga/sets/72157609599459533/
* http://codekab.com/fotos/thumbnails.php?album=26
* http://picasaweb.google.com/edu.campos.santos/GoogleJamBH#
* http://picasaweb.google.com.br/mauriciovgsilva/GoogleOpenSourceJam#
* http://picasaweb.google.com.br/wasare/GoogleOpenSourceJamBrazil2008#
* http://www.ataliba.eti.br/album/main.php?g2_itemId=953

Por Ataliba Teixeira. Visível em http://www.ataliba.eti.br/node/1784#comment-7707

0 Comentários - :

Postar um comentário

Por favor! Comente! Pode ser qualquer coisa!