sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Adjetivos e Carnaval

As pessoas envelhecem!


Neste carnaval 2009 me permiti visitar velhos amigos em lugares que me causavam tenebrosos calafrios. Tomei a liberdade de pegar um ônibus no melhor estilo "cata jeca" e durante quase 4 horas viagei. Sai da minha pequena Medeiros e fui, de volta, muitos anos depois, a traumatizante e bonita Araxá com o intuito de rever pessoas que fizeram parte da minha vida até uns 8 anos atrás.
Chegando lá, na velha e inalterada rodoviária, já me deparei com a cidade chovendo e com o Gregório barbudo e cabeludo me esperando para darmos início as festividades de carnaval. Fui super bem recebido pela Tia Beatriz com pão de queijo, que comi demais. Na sequência revi a Laurinha, essa tinha tempo que eu não via. Laura é uma moça peculiar, extremamente engraçada, inusitada, alegre, alto astral e de bem com a vida. Ficamos rindo, nos abraçando e tudo o mais... minutos e ligações depois a casa da tal já estava repleta de pessoas conhecidas. Aquela sensação de 'ciniro-estranho' ficou presente no ar... No entanto eu sou muito engraçadinho e social nestes momentos - o gelo foi quebrado e saimos pra beber cerveja, aliás era chopp...
Depois de andar de carro horas e minutos por Araxá (pois não nos decidiamos a qual lugar ir) acabamos indo ao velho e inalterado cebolinha burg. Mas esse passeio - pelo menos para mim - foi muito válido. Pude passear pela cidade e ver que Araxá, de fato, mudou muitísismo pouco. Alguns pontos cruciais desapareceram para dar lugar a outros. Sumiu o Expresso, a Centro Rio, a Deliciosa, o BIG.. cercaram a pracinha da CEMIG, mudaram de lugar o Foto Santos, a Só Cd´s e enfim.. alguns lugares. Em geral, reparei que a juventude araxaense atualmente vê malhação demais, pode ser até influência da menina de araxá que está contracenando e tals, mas as gírias do tipo "tá de bobeira" e "cortando mô prego" continuam a pairar. Nesse passeio reencontrei também o Zé Augusto e a Paula.
Continuando, tiramos fotos e rimos pra caramba até o ponto em que um dos garçons educadamente mandou que nós calassemos e não batessemos na mesa. Na verdade é que o chopp acabou fazendo efeito.
A noite terminou com uma sessão de fotos e risadas na porta da velha e inalterada Estação Doce, lugar onde me lembro bem de ter participado do Circuito Telemig Celular de Cultura e ter assistido o grupo Galpão, uma apresentação de circo e até uma oficina de malabarismo (arte qual sei executar com perfeição até hoje).
Sem poder deixar de mencionar fui lembrado carinhosamente por meus antigos/atuais e eternos amigos o quão fui chato no ensino médio, frizando é claro, o inesquecível terceiro ano - para os íntimos 3o ELT. Fiz votos de continuar legal (como sempre fui) e a noite terminou assim.


Uma síntese das pessoas que revi: Gregório, Thiego, Laura, Valter, Marco, Letícia, Priscila (irmã da Laura), Nina (cadela da Laura), Mãe da Laura (esqueci o nome!), Tia Beatriz, Pedro, Julia, Gilberto, Mãe do Gregório(esqueci tb o nome!), dezenas de parentes do Gregório que não sei o nome, Sandra(mãe do Thiego), pai do Thiego(não sei o nome..), Zé Augusto, Paula... e principalmente.. depois de muitos anos.. revi a Mariana de Goiânia.. meu Deus do Céu! Puta que Pariu! Que saudade de você Mariana!!!!


Pra fechar gostaria de dizer o quanto essa experiência é interessante. Pensem, você convive com as mesmas pessoas todos os dias durante três anos com apenas um compromisso: Estudar e Zuar. Os vínculos criados nessa fase 14-17 anos são muito fortes. Passam-se alguns anos e de repente todos retornam para sua vida, como se o último dia de aula tivesse sido ontem. Eu em especial pude viver isso de forma mais intensa pois havia brigado com todo mundo, fiquei em alguns desses anos propositalmente incomunicável. Mas mesmo assim, parecia que conhecia todos de uma forma tão, mas tão íntima, que quando me vi estava rindo, falando palavrão, xingando - me divertindo - todos se divertindo.
Você nota claramente a diferença de idade e maturidade nos olhos das pessoas, na conversa, nas idéias e nas experiências compartilhadas, enquanto que, as feições ficam, as expressões são as mesmas. Isso é mágico. Isso atravessa qualquer tempo e barreiro. Isso é amizade.



Seguem duas fotos. Uma tirada em 2001 no Barreiro em frente ao termas e outra, agora, no Carnaval de 2009 em frente a Estação Doce. Quase a mesma escadaria e quase as mesmas pessoas. São praticamente 8 anos de diferença... alguns com menos cabelo, outros mais altos, outros mais cabeludos, outras mais belas.. enfim, o que vale é o comparativo.





quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

10 coisas que pessoas comprometidas fazem

Republicando um email enviado pelo diretor do IFMG-Campus Bambuí aos seus funcionários mostro a todos o quanto concordei com a lista das 10 coisas que pessoas com comprometimento executam:

1. Uma pessoa comprometida procura sempre colocar-se no lugar das outras;
sentir o que as outras sentem;
2. Uma pessoa comprometida faz tudo com atenção aos detalhes. Ela presta
atenção em tudo o que faz, no detalhe do detalhe;
3. Uma pessoa comprometida termina o que começa e não deixa as coisas pela
metade;
4. Uma pessoa comprometida vem com soluções, e não com mais problemas,
quando tem uma tarefa a cumprir;
5. Uma pessoa comprometida pergunta o que não sabe e demonstra vontade de
aprender. Vai fundo até dominar o que não sabe e deveria saber;
6. Uma pessoa comprometida cumpre prazos e horários;
7. Uma pessoa comprometida não vive dando desculpas por seus atos e nem
procura culpados pelos erros cometidos;
8. Uma pessoa comprometida não vive reclamando da vida e falando mal das
pessoas. Ela age para modificar a realidade;
9. Uma pessoa comprometida não desiste facilmente. Ela não descansa
enquanto não resolver um problema. Ela vai atrás da solução;
10. Uma pessoa comprometida está sempre pronta a colaborar com as outras.
Ela participa. Dá idéias. Você pode contar com ela.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

CD Antigo: Rock Hinos de Futebol

A Revista Placar resolveu juntar duas das paixões dos brasileiros: FUTEBOL & MÚSICA e lançou dois CD (em 1996 e 2004) com os hinos dos grandes clubes brasileiros interpretados por vários nomes da MPB e do Rock Nacional. O resultado é muito bom, vale a pena conhecer!

Os Hinos dos Grandes Clubes Brasileiros Cantados por Feras do Rock e da MPB



01. Rap das Torcidas - Gabriel Pensador, Sandra de Sá, Alceu Valença, Lenine, Fausto Fawcett
02. América - Tim Maia
03. Corinthians - Tony Garrido (Cidade Negra)
04. Flamengo - Herbert Vianna, Falcão (O Rappa)
05. Santos - Paulo Miklos (Titãs)
06. São Paulo - Roger (Ultraje a Rigor)
07. Internacional - Kleiton e Kledir
08. Cruzeiro - Virna Lisi
09. Bahia - Ricardo Chaves
10. Vasco - Fernanda Abreu
11. Fluminense - Evandro Mesquita (ex-Blitz)
12. Botafogo - Ed Motta, Beth Carvalho
13. Palmeiras - João Gordo (Ratos de Porão)
14. Atlético - João Penca & Seus Miquinhos Amestrados
15. Grêmio - Vitor Ramil
16. Vitória - Baiano e Novos Caetanos

Download Aqui


CD dos Hinos Placar



01. Cruzeiro - Samuel Rosa
02. Vasco - Paulinho da Viola e Los Hermanos
03. Palmeiras - Branco Mello, Simoninha e Igor Cavalera
04. Botafogo - Zeca Pagodinho
05. Bahia - Caetano Veloso, Gilberto Gil, Gal Costa e Maria Bethânia
06. Atlético - Tianastácia e Rogério Flausino
07. São Paulo - Dinho Ouro Preto e Ira
08. Vitória - Daniela Mercury
09. Flamengo - Herbert Vianna e Gabriel O Pensador
10. Corinthians - Negra Li, Paula Lima, Rappin Hood e Xis
11. Fluminense - Paulo Ricardo
12. Internacional - Comunidade Ninjitsu e Acústicos E Valvulados
13. Santos - Arnaldo Antunes
14. Grêmio - Chimarruts e Borguetinho
15. Fortaleza - Raimundo Fagner
16. Goiás - Zezé di Camargo

Download Aqui

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A visão dos usuários linux

fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/humor-beta/archive/2009/02/02/charge-afinal-porque-o-linux-no-decola-no-desktop/