segunda-feira, 6 de julho de 2009

A Oração do Capoeira


Quando jogo capoeira meu corpo ora...
E no passo de cada ginga
Dissimulo e descubro meu artista interior, meu espírito
Engaiolado num corpo flexível,
Leve como o ar,
Veloz como um raio
Audaz como um felino.

Quando oro
Busco no além, forças em meu Deus
Que me guia em cada roda
Que me livra em cada esquiva
Que me faz cantar com o coração
E me faz transpirar, como as lágrimas.

Quando jogo
No meu peito está contida a oração
Pelo perdão, pela falsidade,
Lembro-me do negro
do branco
do mulato
Lembro-me da dor e da solidão
Do amor que tenho por ti, Capoeira.

Quando oro
No templo maior, meu corpo
Sinto as lembranças e as veias rígidas de uma juventude sofrida
Que, com mãos cálidas, aprendeu
A meia-lua e o aú
E, com olhar de sonhador
Lançar para o infinito.
Amém que Deus abençoe a todos os capoeritas , axé camará!

1 Comentários - :

Lina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Por favor! Comente! Pode ser qualquer coisa!